Skip navigation links
A PSP
A PSP Aconselha
Programas Especiais
Recrutamento
Armas e Explosivos
Segurança Privada
Galeria de Media
Protecao_de_dados.aspx
Logo
Optimizado para: IE7+ | firefox 1.5+ 1024 x 768
 
Actividades

LISBOA - 2 detidos por Falsificação de Documentos e Permanência Ilegal em Território Nacional

Polícias da 3.ª Divisão Policial do Comando Metropolitano da PSP de Lisboa, pelas 11h00 do dia 29 de janeiro de 2013, na rua André Resende, em Benfica, procederam à detenção de dois homens com 25 e 31 anos de idade, pela prática do crime de Falsificação de Documentos e Permanência Ilegal em Território Nacional.

Após ter chegado ao conhecimento desta Polícia que em algumas artérias circundantes à rua Carolina Michaelis, em Lisboa, haver de denúncias de furtos no interior de residência com recurso a chave falsa, foi feito um policiamento à civil, tendo os elementos policiais visualizado dois indivíduos que observavam os edifícios circundantes.

Após se efetuar uma pequena vigilância à distância dos suspeitos, constatou-se que os mesmos se dirigiram para a entrada de um prédio na rua Carolina Michaelis, tendo nesse preciso momento passado naquele local uma viatura policial caracterizada que fez com que os indivíduos fugissem do local.

De imediato foi iniciada perseguição aos suspeitos pelos Polícias que os intercetaram no final dessa rua. Após a interceção dos suspeitos, procedeu-se a uma revista sumária por haver suspeita de terem consigo algo de ilícito. Ao suspeito de 31 anos de idade, foi-lhe apreendida uma lanterna, bem como um canivete de dimensões reduzidas.
 
Ao de 25 anos de idade, foi apreendida uma radiografia, um pedaço de plástico, um pedaço de lixa e um canivete de dimensões reduzidas.
 
Foi também apreendido aos suspeitos dois Cartões de Identidade e uma Carta de Condução, documentos estes sujeitos a exames periciais feitos pelos Serviços de Estrangeiros e Fronteiras que se revelaram documentos contrafeitos, estando ambos os suspeitos em situação irregular em território nacional.

Os detidos foram presentes no Tribunal de Pequena Instância Criminal de Lisboa, tendo-lhes sido aplicada a medida de coação mais gravosa – PRISÃO PREVENTIVA.
 
Links Úteis  ::   Mapa do Sítio  ::   Webmail  ::   Portal Social  ::   YouTube  ::   Facebook  ::   Twitter  ::   Contacte-nos
Desenvolvido por Wiz | Polícia de Segurança Pública © todos os direitos reservados | MAI
Politica de Privacidade
COMPETE QREN MAI RNSI Símbolo de Acessibilidade na Web
Carro