Skip navigation links
A PSP
A PSP Aconselha
Programas Especiais
Recrutamento
Armas e Explosivos
Segurança Privada
Galeria de Media
Protecao_de_dados.aspx
Logo
Optimizado para: IE7+ | firefox 1.5+ 1024 x 768
 
Actividades

AMADORA - Detido na posse de 11.300 Euros falsos

O Comando Metropolitano da PSP de Lisboa, através da Divisão Policial da Amadora, no passado sábado, procedeu à detenção em flagrante delito de um homem de 25 anos de idade pela prática do crime de Contrafação de Moeda.
 
Quando os Polícias se encontravam a realizar patrulhamento no interior do Bairro Alto Cova da Moura, observaram um veículo a descrever trajetórias que poderiam fazer perigar a integridade física dos restantes utilizadores da via pelo que lhe foi dada ordem de paragem para se efetuar uma fiscalização rodoviária.
 
Apesar do condutor da referida viatura se ter tentado furtar àquele ato policial já que foi de pronto intercetado, constatou-se que o mesmo se apresentava a conduzir sob influência de álcool com uma Taxa de Álcool no Sangue de 2,32 g/L.
 
Na viatura encontravam-se duzentas e vinte seis notas, com valor facial de 50€, suspeitas de serem contrafeitas, perfazendo um total de 11.300€ em notas falsas.
 
 
O indivíduo, sem indicar qualquer tipo de atividade laboral, é suspeito que desenvolva um esquema de alegada burla em que aborda as vítimas na via pública, exibindo a estas maços de papel envoltas em notas de 50€ e criando a ilusão que se tratara de grandes quantias monetárias.
 
Depois relatava aos seus alvos que achara estas elevadas quantias no solo e as vítimas como testemunhas do achado teriam direito a dividir os lucros. Depois sugeria à vitima que lhe entregue um qualquer objeto de valor ou quantia monetária em troca do maço de notas.
 
Após receber um qualquer valor, o alegado burlão coloca-se em fuga antes que as vítimas se pudessem aperceber que o maço de notas se tratava apenas de um conjunto de papel enrolado sob uma nota falsa.
 
O suspeito, já detido pela PSP pelos crimes de condução sem Habilitação Legal e por apresentar TAS superior a 1,2 g/L, foi presente no Tribunal Judicial da Comarca de Sintra para 1.º interrogatório judicial, sendo-lhe decretado, como medida de coação, Termo de Identidade e Residência.
 
Links Úteis  ::   Mapa do Sítio  ::   Webmail  ::   Portal Social  ::   YouTube  ::   Facebook  ::   Twitter  ::   Contacte-nos
Desenvolvido por Wiz | Polícia de Segurança Pública © todos os direitos reservados | MAI
Politica de Privacidade
COMPETE QREN MAI RNSI Símbolo de Acessibilidade na Web
Carro