Skip navigation links
A PSP
A PSP Aconselha
Programas Especiais
Recrutamento
Armas e Explosivos
Segurança Privada
Galeria de Media
Protecao_de_dados.aspx
Logo
Optimizado para: IE7+ | firefox 1.5+ 1024 x 768
 
Actividades

PORTIMÃO

Polícias da Esquadra de Investigação Criminal de Portimão identificaram um grupo de carteiristas composto por indivíduos estrangeiros que vinham desenvolvendo a sua actividade criminosa há pelo menos 18 meses em diferentes pontos do território nacional, com especial incidência no Algarve.

A actuação deste grupo consistia na aproximação às vítimas de forma discreta no momento que as mesmas inseriam o pin do cartão bancário para efetuar o pagamento das compras em grandes superfícies comerciais.

Obtida essa informação, as vítimas na sua maioria cidadãos estrangeiros de idade mais avançada, eram alvo do furto cirúrgico unicamente do cartão bancário cujo grupo acabara de visualizar o pin, enquanto aquelas arrumavam as compras nas suas viaturas.

Já na posse do cartão bancário da vítima e com conhecimento do respetivo código, este grupo de carteiristas iniciava de imediato a utilização do cartão bancário em levantamentos de dinheiro e compras dos mais diferentes tipos, na ordem das centenas e em alguns dos casos na ordem dos milhares de euros, sem que as vítimas se apercebessem de imediato.

O elevado número de furtos registados na região levou a que a Esquadra de Investigação Criminal da PSP Portimão, em coordenação com o DIAP de Portimão, iniciasse uma investigação mais aprofundada sobre esta prática criminosa, o que permitira perceber que o grupo investigado atuava também noutras zonas do país e inclusive no sul de Espanha, zona onde o grupo se encontrava fixado, deslocando-se apenas para o território nacional por curtos períodos para a prática delituosa, sempre com especiais cuidados com vista a evitar a sua detecção pelas autoridades.

Deste modo, após longa investigação, consideramos que foi possível reunir prova que ligava este grupo a mais de duas dezenas de furtos, sendo solicitados mandados de detenção ao DIAP de Portimão visando o líder do grupo, com o objectivo de apresentá-lo perante Juíz de Instrução Criminal.

O líder deste grupo, um homem estrangeiro com 55 anos de idade e detentor de um longo histórico criminal, foi agora detido em Espanha através de Mandado de Detenção Europeu e extraditado para o território português no âmbito desta investigação, onde após ser presente a primeiro interrogatório judicial no Tribunal de Portimão, foi-lhe decretada a medida de coação mais gravosa, a prisão preventiva.
A Polícia de Segurança Pública chama ainda a atenção da população em geral para que sejam reforçados os cuidados aquando da utilização dos cartões bancários em locais públicos de forma a evitar a ocorrência da prática criminosa acima relatada.
 
Links Úteis  ::   Mapa do Sítio  ::   Webmail  ::   Portal Social  ::   YouTube  ::   Facebook  ::   Twitter  ::   Contacte-nos
Desenvolvido por Wiz | Polícia de Segurança Pública © todos os direitos reservados | MAI
Politica de Privacidade
COMPETE QREN MAI RNSI Símbolo de Acessibilidade na Web
Carro